11.4.05

no regresso


«god unfinished», de connett

estou de regresso ao cubo da casa. não me lembro de mais nada, só de estar por aqui e sonhar com uma viagem que me tirasse a alma ao corpo, algo que me desembainhasse e me usasse para gerar ou matar, sem nome, sem nada

2 comentários:

  1. EStimado Valter, ha sido un placer tratar contigo en Covilha, ya te haré llegar alguna cosilla más.

    Un abrazo.
    Enrique Cabezón
    http://www.4deagosto.com

    ResponderEliminar
  2. quem diz que ela podia fez o que quer?

    Sinclair

    ResponderEliminar