17.12.09

presentes de natal

[...]



16.12.09




imprima, preencha e ofereça...

7.12.09


6.12.09

francisco ribeiro - desiderata, a junção do bem


isto para vos dizer que está à venda o primeiro cd a solo de francisco ribeiro, intitulado «desiderata, a junção do bem». o francisco ribeiro é este senhor cantor, músico, compositor, que fez parte da formação inicial dos madredeus (a formação que fez história e teve génio), saindo em 1996 para se envolver na gravação do excelente trabalho «os poetas» e depois se dedicar a completar a sua formação musical em londres.
pois este maravilhoso «pregão» junta-o magnificamente à diva teresa e posso dizer-vos que foi das canções que mais ouvi na vida, que mais me acompanharam e, claro, que mais imitei ou tentei imitar.
«desiderata, a junção do bem» é uma panorâmica das capacidades de francisco ribeiro, feita da lírica que lhe foi sempre notória, acentuando a erudição com a dolência afadistada mais o arabesco tão bem conseguido.
este é um disco português feito do mundo inteiro. é um disco que soa português mas que integra agilmente o mundo inteiro, numa mescla fascinante do erudito com o jazzístico ou o quase étnico.
convidando josé peixoto para a guitarra acústica e a orquestra nacional do porto (sob direcção de mark stephenson) para o resto dos instrumentos, o disco vive muito das vozes de tanya tagaq (que gravou com bjork, por exemplo), filipa pais, natália casanova, josé perdigão e do próprio francisco ribeiro.
francisco ribeiro é um tesouro nacional. este trabalho é uma expressão de maturidade, não só do artista que o assina mas de toda a música portuguesa que alcança, assim, mais uma vez, um momento raro de profunda beleza.

4.12.09

Estímulos Contemporâneos

COLECTIVA DE ARTES PLÁSTICAS
Galeria João Pedro Rodrigues
Rua Nossa Senhora de Fátima, 268
Porto

Artistas: Augusto Canedo; Beatriz Pacheco Pereira; Cláudia Rocha; Daniel Gamelas; Daniela Fernandes;
Esgar Acelerado; Filipe Rodrigues; Florentino Soares; Isabel Lhano; Isabel Padrão; João Pedro Rodrigues; João Pessanha; Manuela Pimentel; Marco Costa; Margarida Leão; Mário Vitória; Muchagata; António Pizarro; Teresa Vilar e valter hugo mãe.

Inauguração: Sábado, 5 de Dezembro de 2009 pelas 21h30.
Até 28 de Janeiro de 2010.

Horário de funcionamento: de terça a sábado das 15h00 às 19h30.

3.12.09

1.12.09

concurso literário lusófono da trofa - literatura infantil - prémio matilde rosa araújo

A Câmara Municipal da Trofa e o Instituto Camões lançaram o Concurso Lusófono da Trofa - Conto Infantil – Prémio Matilde Rosa Araújo. O concurso prolonga-se até 9 de Março de 2010 e a divulgação já está a chegar a todos os países de língua oficial portuguesa, permitindo assim, que escritores e amantes das letras de todo o mundo lusófono concorram a esta iniciativa da Câmara Municipal da Trofa.

O concurso Lusófono da Trofa - Conto Infantil – Prémio Matilde Rosa Araújo, é um projecto que tem vindo a ser desenvolvido pelo Município da Trofa há oito anos e contou já com a participação de mais de 2000 autores, tendo como objectivo divulgar autores portugueses amadores, que não tenham nenhum livro publicado, fomentando a escrita criativa e a valorização da expressão literária. Esta iniciativa visa também a criação e consolidação de hábitos de leitura e escrita bem como valorizar a cultura do concelho.

Assim, e como já é habitual, o concurso decorre entre Novembro de 2009 e Março de 2010, porém, ao contrário de anos anteriores, o Concurso Lusófono da Trofa estender-se-á a todos os países de língua oficial portuguesa, como é o caso de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, S. Tomé e Príncipe e Timor.

Tendo em conta que fica a cargo do Instituto Camões a recepção e selecção dos contos candidatos ao concurso nos novos países aderentes e a publicação da obra seleccionada na Biblioteca Digital do Centro Virtual Camões, a Câmara Municipal da Trofa tem como responsabilidade, receber e seleccionar os contos a concurso em Portugal, e avaliar todas as obras, atribuindo a valorização final.

O concurso destina-se a cidadãos – escritores ou não - que não tenham qualquer obra publicada na área da Literatura Infantil. Serão admitidos a concurso cidadãos dos países de língua oficial portuguesa e ainda cidadãos naturalizados e estrangeiros cuja situação de permanência no país esteja devidamente legalizada e com residência comprovada há mais de 2 (dois) anos, até ao dia 31 de Dezembro de 2009.

O Concurso Lusófono da Trofa – Conto InfantilPrémio Matilde Rosa Araújo concederá o Prémio Matilde Rosa Araújo, no valor de € 5000 (cinco mil Euros), para o Melhor Conto e o Prémio Lusofonia, no valor de € 1000 (mil Euros), para o Melhor Conto a ser atribuído a cada país que não seja contemplado com o prémio Matilde Rosa Araújo. A divulgação dos vencedores e a cerimónia de entrega dos prémios serão realizadas no mês de Junho de 2010. O nome dos vencedores será publicado nos sítios da Câmara Municipal da Trofa (www.mun-trofa.pt) e Instituto Camões (www.instituto-camoes.pt) nos cinco dias úteis imediatamente a seguir à cerimónia de entrega dos prémios. O concurso destina-se a cidadãos – escritores ou não - que não tenham qualquer obra publicada na área da Literatura Infantil. Serão admitidos a concurso cidadãos dos países de língua oficial portuguesa e ainda cidadãos naturalizados e estrangeiros cuja situação de permanência no país esteja devidamente legalizada e com residência comprovada há mais de 2 (dois) anos, até ao dia 31 de Dezembro de 2010.

Este projecto, implementado pela Câmara Municipal da Trofa, em parceria com o Instituto Camões é para Joana Lima, Presidente da Autarquia Trofense, “uma iniciativa de extrema importância para a cultura local, que visa valorizar não só o património cultural do concelho, mas também, e fundamentalmente a Língua Portuguesa”.

Instituições envolvidas

Portugal
Câmara Municipal da Trofa
Instituto Camões
Angola
Centro Cultural Português em Luanda
Brasil
Centro Cultural Português em Brasília
Cabo Verde
Centro Cultural Português na Praia
Centro Cultural Português na Praia – Pólo no Mindelo
Guiné-Bissau
Centro Cultural Português em Bissau
Moçambique
Centro Cultural Português em Maputo
Centro Cultural Português em Maputo – Pólo na Beira
S. Tomé e Príncipe
Centro Cultural Português em S. Tomé
Centro Cultural Português em S. Tomé – Pólo na Ilha do Príncipe
Timor
Centro Cultural Português em Díli

26.11.09

eu avisei

sei que é feio, mas adoro passar por ali à hora de vir embora e espreitar para ver a mulher a cozinhar. lê livros equanto prepara as couves e eu não sei se chora da cebola ou da aventura de algum amor. chama-se raquel, dizem que é boa cozinheira. um dia apanhou-me de pescoço esticado, muito a meter o nariz na vida dela e eu pensei que me ia repreender como se faz aos putos. disse-me, boa noite, valter. e eu disse, quê. ela repetiu, noite, noite. só percebi depois. estava com tanto medo que percebesse a minha curiosidade acerca do encanto de chorar a ler que não tive coragem para mais do que recomeçar a andar até me trancar a sete chaves. há alturas em que é difícil o exercício da vizinhança. ficamos confusos e desajeitados no circuntancial da vida. não posso cozinhar a ler. tenho medo de pegar fogo à cozinha e mesmo atento sai-me tudo tão mal

agenda

novembro 2009

28 - «bomba», na fundação cupertino de miranda. leitura colectiva de uma narrativa poética inédita, escrita em homenagem a mário cesariny. orientação de isaque ferreira e rui spranger.

*

dezembro 2009

03 - biblioteca municipal de silves
encontro com a comunidade de leitores, acerca do livro «o apocalipse dos trabalhadores»

05 - no praça café, famalicão, adolfo luxúria canibal, cozinheiro convidado.

06 a 12 - júri do festival luso-brasileiro de cinema de santa maria da feira

08 - às 17h 30, mesa redonda no âmbito da festa da poesia, na biblioteca municipal florbela espanca (matosinhos). com vhm, joão luís barreto guimarães, ana luísa amaral, manuel antónio pina, josé mário silva e isabel pires de lima na moderação.

09 a 11 - «cratera - as crianças com segredos», peça de teatro que escrevi a convite do teatro bruto. encenação de ana luena. estreia. na fundação josé rodrigues / fábrica social, porto.

10 - conversa informal na biblioteca de são joão da madeira, às 21h30

13 - fnac de santa catarina - conferência com o teatro bruto sobre a peça de teatro «cratera - as crianças com segredos» a estrear no dia 16


*

janeiro 2010

7 a 23 - carreira da peça «cratera - as crianças com segredos» pelo teatro bruto, na fundação josé rodrigues / fábrica social, porto

20.11.09

prémio de arte erótica para isabel lhano



sábado, este sábado 21, às 21h30, no auditório municipal de gondomar, a isabel lhano recebe o prémio de arte erótica com este quadro de título "sentidos absolutos". mais do que merecido. a entrada é livre, para visita à exposição e entrega do prémio. lá estaremos

19.11.09



18.11.09

governo - agradecimentos

e assim é como expressamente agradecemos a quem tem feito referência à disponibilização gratuita do primeiro disco do projecto governo. muito obrigado por ajudarem a passar a notícia de que o disco existe e de que podem ser conseguidos os mp3 gratuitos e o cd por menos de cinco euros numa fnac perto de si.
111 graus, http://www.111graus.com/2009/11/16/governo-propaganda-sentimental/ , o amor nos tempos da blogosfera, http://oamornostemposdablogosfera.blogs.sapo.pt/107207.html , os meus dois pés vesgos, http://meusdoispesvesgos.blogspot.com/2009/11/governo-propaganda-sentimental.html , os drogs, http://os-droogs.blogspot.com/2009/11/governo-propaganda-sentimental.html , vai uma gasosa, http://vaiumagasosa.blogspot.com/2009/11/optimus-discos-extra-3.html , yo etc, http://yoetc.blogspot.com/2009/11/governo-propaganda-sentimental.html , a trompa, http://a-trompa.net/custo-zero/propaganda-sentimental-governo , porto frágil, http://porto-fragil.blogspot.com/2009/11/governo.html , campainha eléctrica, http://campainhaelectrica.blogspot.com/2009/11/propaganda-sentimental.html , o blog dos 5 pês, http://oblogdos5pes.blogspot.com/2009/11/descarrega-musica-gratis.html , coisar, http://coisar.tumblr.com/post/246054946/esta-ja-disponivel-para-download-gratuito-o , condomínio privado, http://condominioprivado.blogspot.com/2009/11/governo-mostra-obra.html , 00:04, http://zeromaisquatro.blogspot.com/2009/11/governo.html , o domínio dos deuses, http://www.dominiodeuses.org/fichagrp.asp?IDGRP=2134216048

16.11.09

Governo - «Propaganda sentimental» - finalmente a edição disco


são cinco temas: propaganda setimental, alguém no futuro, meio bicho e fogo, o nome de ninguém e a inauguração do mundo. as músicas são de antónio rafael e miguel pedro, as letras são da minha autoria. a capa é feita com ilustrações de esgar acelerado e inclui ainda uma fotografia da banda da autoria de paulo pinto.
a optimus discos edita em duas possibilidades, correndo à página e descarregando gratuitamente os mp3 (é necessário fazer um registo prévio, coisa que é grátis), ou correndo à fnac para comprar a versão cd rigorosamente limitada (e numerada) a mil exemplares.
estamos a agradecer a divulgação da saída deste nosso primeiro disco. agradecemos opiniões e barulhos. agradecemos que ouçam, que façam o download e que se divirtam.

11.11.09

vamp e esgar, dois sofisticados cavalheiros, a passar discos no dali daki. esta sexta, 13 de novembro, a rondar a meia-noite.

9.11.09

com muito carinho, a não perder

19 de Novembro

Igreja de Santiago de Bougado – Trofa

21h00 | Estreia “Anjos de Pijama”

Homenagem a Matilde Rosa Araújo

Meninos Cantores do Município da Trofa interpretam “Anjos de Pijama”

Poemas - Matilde Rosa Araújo | Música - Andreia Pinto Correia

Encomenda da CMT para comemorar “10 Anos a Cantar” dos MCMT

Gravação de CD “Anjos de Pijama” ao vivo

Jairo Grossi (direcção musical)

João Queirós (piano)

Tatiana Afanasieva (violino)

José Despujols (violino)

Mateusz Stasto (viola d'arco)

Vicente Chuaqui (violoncelo)

Coro dos Meninos Cantores do Município da Trofa

Antónia Maria Serra (maestrina titular)

Ana Cruz e Teresa Cruz (maestrinas assistentes)

6.11.09

antónio sérgio - a fonte generosa

estive fora uns dias e a notícia que recebo no regresso é a tão triste da morte de antónio sérgio. no tempo em que a música viajava com dificuldade, cara e rara, preciosa como tudo, a rádio tinha um papel fundador (como o antigo blitz também, e alguns fanzines, como o ibérico, o peresgótika, o kill your idols, etc). o papel do antónio sérgio era brilhante, o de um entusiasta que tinha a possibilidade de aceder ao que se fazia na música da época e o divulgava como quem partilha e educa. eu, que era um puto sem dinheiro a viver na periferia da periferia, desenvolvi uma avidez, impossível de satisfazer, por música nova, e a rádio era o meio, era o caminho dos esfaimados que, de entre tanta porcaria a passar, seleccionavam cuidadosamente e religiosamente o que era preciso ouvir. e o antónio sérgio era preciso ouvir. muito do que hoje somos enquanto ouvintes, enquanto melómanos, tem que ver com anos de amizade com essa fonte generosa que foram os seus programas. nunca o conheci pessoalmente. achava que um dia aconteceria. não aconteceu. tenho pena. teria sido o mínimo retribuir-lhe num abraço a importância que teve para a minha estranha geração

31.10.09

some people can't draw! EXPOSIÇÃO PROLONGADA!


devido ao enorme sucesso, a exposição prolonga-se até ao dia 11 de novembro. boas notícias, portanto, para quem, por algum motivo, ainda não teve oportunidade de passar pela galeria da livraria mundo fantasma...

[oupa, cá para cima...]

some people can't draw!



é o título da minha nova exposição de ilustração que inaugura este sábado, 10 de Outubro, pelas 17 horas na galeria da livraria mundo fantasma [shopping brasília, rotunda da boavista - porto]. 22 trabalhos realizados ao longo dos dois últimos anos, disponíveis em luxuosas e distintas edições giclée (*) de tiragem limitada a 3 exemplares, assinados e numerados pelo autor (errrrr... por mim), em papel de arquivo 100% linho. estarei presente entre as 17 e as 19 horas para receber as visitas.

(*) giclée: aqui

fotografia de josé rui fernandes [mundo fantasma]

28.10.09

anda, júlia, vamos ver que raio tens tu aí debaixo da saia. salta o tapete, a ver se não o sujas com essas patorras de malandra. não é que eu goste do tapete, mas foi deixado aí pela minha mulher e um dia acho que o vai querer de volta. essas coisas a que as ex-mulheres dão muita importância. estás bem. hummm. não te assustes com isso, é só para fazer efeito de filme. para dar uma vertigem aos preliminares, que depois é a rebaldaria de sempre e já não importa nada

23.10.09

roma berlim

18 de outubro roma
o melhor concerto dos current 93 do mundo
com david tibet acompanhado pela divina baby dee, por james blackshaw, andrew liles e pelo perfeito baterista alex neilson. uma noite demolidora a cumprir o disco «aleph at hallucinatory mountain» e a acabar com «oh coal black smith».

21 de outubro berlim
o melhor concerto dos sonic youth do mundo
para ouvir o novo «the eternal» metido com «cross the breeze», «death valley 69», «tom violence», «silver rocket», «stereo sancticity» e «shadow of a doubt». não poderia esperar mais. foi demolidor de perfeito e apre, como diz o bruno

19.10.09

genesis, por robert crumb



O insuspeito Robert Crumb lançou há pouco a sua versão do Livro do Génesis, que me acaba de chegar à caixa de correio. Manual de "maus costumes"?... Não estou nada preocupado com o assunto!


15.10.09

aniversário

minha querida agustina bessa luís,
parabéns. bem haja e sempre obrigado

le fumeur rose



14.10.09

simplesmente ridícula, minha senhora

um email do rui lage que importa passar a todos

Quando o João Aguardela (Sitiados, Linha da Frente, A Naifa) faleceu no passado dia 18 de Janeiro, à beira de completar 40 anos, deixou incompleto o seu projecto mais pessoal, chamado Megafone, onde procurou fundir a tradição da música popular portuguesa (com destaque para as recolhas de Giacometti, Lopes-Graça e Sardinha nos anos 70) e os ritmos e caminhos da música urbana mais actual. O seu objectivo era ter lançado cinco discos de Megafone, mas não viveu o suficiente para concretizar o quinto. Por essa razão, e com o intuito de homenageá-lo, um grupo de amigos e admiradores decidiu baptizar de Megafone 5 uma série de iniciativas que de alguma forma encorajassem outros músicos a explorar os filões abertos pelo João Aguardela. No imediato existe um site onde, estou certo, não faltarão motivos de interesse, desde os cinco discos de Megafone disponíveis para "download" gratuito, até fotografias, entrevistas, artigos na imprensa escrita, etc., aqui:

http://www.aguardela.com/index_.html

Já no próximo dia 4 de Novembro terá lugar no Grande Auditório do Centro Cultural de Belém, às 21h, um concerto de homenagem ao João Aguardela com algumas das bandas que ele mais acarinhava: Gaiteiros de Lisboa, Dead Combo e Ó’Questrada, para além de A Naifa, na primeira (e decerto única) actuação sem o Aguardela:

http://aguardela.com/blog/

Nesse concerto será anunciada a instituição, com o apoio da SPA, do Prémio Megafone, que “pretende destacar anualmente músicos e/ou entidades que com o seu trabalho contribuam para o presente e o futuro das tradições musicais portuguesas”.

É da mais elementar justiça, em todo este processo, chamar a atenção para os seus timoneiros: a Sandra Baptista, companheira do João Aguardela e a linda acordeonista dos Sitiados de que muitos de vós se lembrarão, e o Luís Varatojo, seu camarada de armas em A Naifa, antigo líder e vocalista dos Peste & Sida (depois rebaptizados Despe e Siga) e explorador e inovador da guitarra portuguesa.

12.10.09

9.10.09

luís filipe cristóvão

ainda sem título e sem editora definida para o novo livro em que anda a trabalhar, luís filipe cristóvão faz-me chegar às mãos um poema belíssimo que quero muito partilhar convosco. um poema em que sabemos do quanto anda a escrever bem e em que lembramos armando silva carvalho, um poeta aqui do nosso amor, um grande poeta.

*
Louvor e Simplificação de Armando Silva Carvalho

Já não vou escrever uma rosa na janela fechada
que são os teus olhos a querer adormecer junto ao
parque verde da cidade, nem vou ser o novo grande
poeta que tu um dia esperaste que eu fosse:
este poema não é meteorológico mas eu consigo
adivinhar o vento e a chuva todas as manhãs,
tal como conheço os críticos e sei que não sirvo
para gatinhar noutra casa que não seja a do teu coração.

Até tu já adivinhas as tantas coisas que faço
para te inventar um sorriso, e tão fácil me parece
quando o consigo, tanto quanto foi nascer assim,
fora de mão, e para o resto do sempre ter os pés
à margem dos caminhos das certezas. Sim, reconheço:
sou um poeta sem qualidades para os líricos do meu tempo
e só a minha utopia não lamenta as tantas palavras
que desconheço para me dizer de um outro lado.
Não alcancei o fingimento, não sei se vou ou não por aí,
tenho a liberdade livre dos aldeões pacientes,
o sossego de poder acordar junto de ti.

Não exijo mais nada, como te disse,
adivinhei a maneira certa de adormecer
com o barulho aterrador das águas.

mayday porto de esquerda

acabo de receber um forward de uma mensagem anti-rui rio que o mayday porto está a passar. não terá talvez importância nenhuma a minha opinião nem a necessidade de me demarcar desta opção, mas é mais forte do que eu.
passei fugazmente perto do mayday porto e julguei, a dada altura, que talvez fosse uma causa em que me quisesse envolver mais e mais porque os princípios basilares de defesa do trabalho e combate da precariedade me são caros, mas foi sempre minha convicção de que uma organização assim tem de ser um movimento de cidadãos e, por isso, absolutamente não partidária. é minha convicção de que um patrão que vote à direita pode ser um patrão decente, cumpridor e generoso para com os seus funcionários (e desses conheço uns quantos), assim como um patrão que vote esquerda pode ser um estupor (e desses conheço mais uns quantos).
fazer do mayday porto um movimento fechado às pessoas de direita, tomando a opção inequívoca de combater politicamente rui rio num tempo de campanha eleitoral é, para a minha sensibilidade, uma incompatibilidade com o espírito mayday.
há muito que retirei do casadeosso o pin de apoio ao mayday porto. tenho agora a melhor prova do meu desacordo. considero que o mayday porto acaba por ser instrumentalizado por uma esquerda, sobretudo bloco/pc, que usurpa assim de uma defesa do trabalho e luta contra a precariedade que devia atender a todos porque diz respeito a todos.
não voto no porto, se votasse, não ajudaria a eleger rui rio. o modo como parece não entender que foi eleito para administrar a coisa pública e continua a entregar espaços dignos da cidade à iniciativa privada, é exemplo do quanto rio não entende o que é do povo e para o povo deve ser gerido. não votaria na direita porque é minha convicção de que apenas as políticas claramente sociais são medidas pelo homem, encontram o homem e afinam a necessidade de combatermos diferenças e oportunidades desiguais. mas as minhas convicções políticas, partidariamente considerando, não devem - até porque são genuínas - ostracizar ninguém, mormente na participação e inclusão plena numa discussão tão elementar quanto a da decência laboral.
que o rui rio vai ganhar, bem, não tenho dúvidas, que o mayday ganharia se se mantivesse focado no que é seu objectivo, não tenho dúvidas também. perde, na minha opinião, o porto duas vezes

obama nobel da paz

eis uma notícia pela qual não esperava e que me alegra de mais.
tem dois sentidos este mérito:
primeiro, o de reconhecer em obama o sonho pelo aparentemente impossível, manifestamente ajudando a humanidade a dar um passo adiante de preconceitos e a investir novamente numa esperança mais fraterna e claramente menos bélica;
segundo, o de responsabilizar obama por este mesmo sentimento, exigindo que se mantenha coerente com os valores que defendeu e em que nos fez crer. este nobel é um modo de dizer que ainda estamos convictos de que, com óbvias limitações, pode mudar o mundo.
eu, como todos os portugueses, não votei obama, mas hoje, uma vez mais, o meu candidato ganhou. que ganhe com isto força para corrigir as suas iniquidades e americanices e sirva, de facto, como exemplo maior num mundo em que falta mesmo alguém capaz de ser herói.
ok, entendo, o meu candidato obama continua a ser sobretudo um candidato, porque continuamos sobretudo à espera. mas, a votar nele como o mundo anda a votar, é possível que o mandato comece de uma vez por todas e as alterações (boas) se façam finalmente sentir

8.10.09

nobel lobo antunes, já

merda, é claro que o antónio lobo antunes devia ter ganho o nobel. e merda, não me venham com tretas, parece que anda tudo com amnésia. que cansativo. o antónio lobo antunes, como josé saramago, merece o nobel da literatura, e a herta tem de pedalar muito para ser metade do autor que lobo antunes é

7.10.09

esta noite

estou na biblioteca almeida garrett na comunidade de leitores numa conversa em torno da obra «jerusalém» de gonçalo m. tavares, a partir das 21h

quem não comparecer só pode ser porque foi ao theatro circo ver os belos moriarty que ali, à mesma hora, farão as suas magias




3.10.09

livros - ajuda

Margaretha Salvador e Manuela Salvador Cunha estiveram, durante o mês de Agosto de 2009, a trabalhar como formadoras numa escola do Norte de Moçambique - Escola de Ontupaia, Nacala-Porto - uma escola com mais de um milhar de alunos.
Constataram que quer a escola básica, quer a escola secundária, que vai abrir em Janeiro, não têm biblioteca (existe apenas um dicionário de Portuguâs). Igualmente há uma falta quase total de material didáctico e informático. Assim sendo, e de comum acordo com a direcção da escola, decidiram angariar livros,material didáctico e, se possível, informático, a enviar num contentor. Para tal estão a contactar editoras e empresas,assim como pessoas individuais de boa vontade. É nesse sentido que lhe enviamosa este é-mail. Se tem livros escolares (da pré-primária ao 12º ano), livros de histórias, contos ... ou qualquer tipo de material que seja útil numa escola (cadernos,canetas, lápis, borrachas, afias, mapas, atlas, material de desenho, papel para impressora etc) em boas condições e que queira doar, por favor entregue na rua Estêvao Gomes , 25, 11º B, Porto (à Pasteleira) entre as 8 horas da manhã e o meio- dia, de segunda a sexta-feira. ou contacte-nos para este é-mail. "Manuela Cunha" <salvadormanuela1@gmail.com>


Juntamos a este é-mail a direcção de um blog que poderá consultar para conhecer a nossa experiência e os nossos projectos, assim como uma carta da coordenadora da escola. http://saltodeleao.blogspot.com

Com os nossos agradecimentos em nome da escola de Ontupaia


Manuela e Margaretha

Setembro, 2009

trinta cisnes no lago dos teus olhos. foi o que disse. não significa nada. não poderiam aí nadar. foi uma imagem. uma ideia. uma vontade grande de dizer que te amo e que vejo em ti tudo quanto sendo impossível faria da vida um lugar perfeito

1.10.09


ainda à procura das cores certas...

30.9.09

à procura de novas cores para novas imagens...

29.9.09

confissão

acreditar que manuela ferreira leite poderia ganhar as eleições era mais ingénuo do que acreditar que o rato mickey almoça na versalhes aos sábados. por mais que as pessoas estejam saturadas da crise, e de josé socrates, não houve nunca sinais de que a senhora tivesse as simpatias do público. apostar obstinadamente numa figura antipática foi como querer ganhar ao estalo. foi simplesmente uma presunção grande de mais. socrates, que patina aqui e acolá muito patinado, ainda é o político em quem se reconhecem o carisma e a segurança necessários para a governação. a ver vamos se a maioria relativa traz um compromisso mais razoável entre os múltiplos interesses, de maneira a favorecer o povo, que bem precisa de sentir que é o objectivo de um estado

o rui lage descobriu isto e eu não resisto a partilhar convosco o chupa man indiano

28.9.09

.

boa tarde, tarkovsky. não me esqueci de ti nestes últimos dois anos, mas confesso que me marcaram muito mais as nossas brincadeiras de infância. temos de regressar à frivolidade da inocência, uma qualquer ligeireza que dê uma descomplicação às nossas conversas. e depois ficará tudo bem, poderemos ir às gajas como bichos, para aprendermos tudo de novo, até à velhice

26.9.09

julguei que já ninguém dizia fornicar, e menos ainda que alguém confessasse querer fornicar comigo. enfim, não é que não espere umas noites quentes, nada disso, é só pela palavra. não ma tinham dito nunca, com desejo, com sei lá o quê que nos deixa a pensar que deve ser uma coisa boa aceitar a oportunidade. foi só isso. por isso foi um excelente aniversário. no praça café, ao luar, sem ventos nem frio, com poucos amigos mas assíduos, daqueles que dá vontade de abraçar. resto disso, estou velho. mais ainda. com reumatismo e sem cabelo. bahhh. mas não se assustem. disseram-me que querem fornicar comigo. caramba. imagem só. que lata tão descabida e desajustada aos tempos frenéticos em que vivemos agora. deve ter sido uma prenda, pensando bem, não se diz isto a alguém sem ser uma prenda vocabular. é isso. das boas, para um escritor

25.9.09

telefone poetria

caramba, andei muito tempo à procura do número de telefone da livraria poetria, e para não esquecer outra vez aqui fica 22.202.30.71

sos

> Urgente
> A pedido do Agrupamento 1071 dos Escuteiros de Ferreira do
> Alentejo,
> agradeço que façam passar esta mensagem para todos os vossos
> contactos
> de e-mail.
>
> A SARA MARIA ARSÉNIO FRANCO, de 7 anos, residente em Ferreira do
> Alentejo, precisa urgentemente de encontrar um dador de medula com as
> seguintes características:
>
> G.S. - A POSITIVO
> 2ª FASE
>
> HOSPITAL D. ESTEFÂNIA
>
> Contactos: 966 083 327 968 589 896
> Vamos tentar ajudar esta criança a encontrar um dador compatível.
> Basta reenviar este mail e fazer com que ele chegue ao maior número
> de
> pessoas possível.
>
> Talvez possamos salvar a vida à pequena Sara!...

24.9.09

voltou calada. perdera-se noite inteira na floresta e alguma coisa lhe pôs o medo nos olhos. tenho medo de estar aqui, disse passados dias, quando já esperávamos que morresse num mistério triste. tenho medo de estar aqui, repetiu, na minha casa, a janela aberta para o sol, o meu corpo tremendo, desejando abraçá-la, tão perdido. como se a floresta cobrisse aqui as coisas com espantosa rapidez

foi publicado mais um excelente número da revista «brilho no escuro»

Tragédia e Paraíso Sempre from barbados on Vimeo.

23.9.09

rammstein - german pussy

os rammstein decidiram ir mais além na exploração da sua vertente erótica. depois de já terem arriscado uns quantos mamilos e rabos à mostra, agora expõem tudo. e eu acho que sim, que é honesto o metal ter tomates para estas coisas. os rammstein fazem com que os restantes metaleiros sejam uns covardes. é para ver até ao fim, porque no fim é que está o orgasmo (e a loira é linda)

http://www.visit-x.net/rammstein/

22.9.09

kanukanakina - concerto hoje no diana bar

k a n u k a n a k i n a

miguel pipa-maquinarias e quinquilharias.
duarte josé-baixo-participação especial na musica "exit"

22.de setembro às 22 horas diana bar/biblioteca de praia povoa de varzim

inserido no é-aqui-in-ócio

pub - para ajuda à criança africana - dia 28, passos manuel

«A ataca organiza mais um evento de angariação de fundos, assim sendo vimos convidá-los a assistir à MOVICA - Mostra de Vídeo e Cinema Africano.
Esta Mostra que pretende divulgar a cultura africana através do cinema e documentários de produção local e irá realizar-se de 28 de Setembro a 02 de Outubro no Cinema Passos Manuel no Porto.
Poderão consultar o cartaz em anexo e/ou os links abaixo indicados.

sempre incrível

estás a tornar impossível resistir-te. e eu vou desabar sobre o teu corpo como aquela terra que rolou no inverno sobre as nossas casas. lembras-te. tínhamos cinco ou seis anos e acreditámos que aquilo era o mundo tomado de nervos por fazermos tanto barulho com a bola a bater nas paredes. pois agora será assim também. quero cobrar por quanto me confundes, que nem ouço nada mais, tão agudo se tornou o ruído do teu decote

.

quando ontem o josé luís peixoto me disse que tinha um blogue achei que era coisa com quinze dias, um mês, algo recente que me tivesse passado por andar atarefado e um pouco distraído. boa. agora percebi que o blogue existe há muito tempo e que tenho de ir ver arquivos. fica a dica para que vejam também. por aqui

15.9.09

«os dias de saturno», o novo romance de paulo moreiras



“No dia 7 de Novembro de 1699, reúnem-se no Convento de Cristo dois grandes amigos alquimistas: Domingos Rodrigues, cozinheiro do rei D. Pedro II e autor do primeiro livro de cozinha publicado em Portugal; e o médico da Casa Real João Curvo Semedo, um dos mais conceituados do seu tempo. Ambos vêm para assistir do terraço do convento a um eclipse do Sol — fenómeno misterioso que dificilmente voltarão a presenciar durante as suas vidas.

Na tarde desse mesmo dia, nas cercanias da vila de Tomar, a escuridão que se abate de repente sobre o mundo precipitará o parto de uma jovem a caminho de casa, cujo filho nasce com uma estranha marca no peito, vista imediatamente como castigo divino e maldição eterna. Mas será, curiosamente, esse sinal raro que aproximará a vida do recém-nascido da dos dois alquimistas e coserá para sempre os seus destinos. Mesmo que o rapaz só o venha a saber muitos anos depois. Quiçá tarde de mais.

Passado numa época de grandes transformações sociais, fausto, riqueza e avanço científico e intelectual, Os Dias de Saturno – do autor do aplaudido A Demanda de D. Fuas Bragatela – é um romance fascinante sobre o amor e a sua impossibilidade, com doses iguais de humor e dramatismo, escrito numa linguagem que torna a sua leitura irresistível. A não perder.”

adam and eve

O meu trabalho para a exposição Chaud et Froid
Colectiva de Artes Plásticas com Dominique Laquerre, Marcel Saint-Pierre, Marc-André Soucy, Hugues Dugas, l'ATSA, Jason Arsenault, Patrick Bérubé, Mathieu Beauséjour e Esgar Acelerado

MAISON DES ARTS DE LAVAL Salle Alfred Pellan - LAVAL, QUÉBEC - Canadá
Inaugura 25 Setembro - 7:30pm
até 1 de Novembro

"L’avenir de la planète vous laisse-t-il ni chaud ni froid? Les développements capitalistes de la production, les innovations technologiques ou les avancements scientifiques, qui réduisent de manière exponentielle la nature et la transforment en un espace de plus en plus hostile à l’être humain, vous sont-ils indifférents? La fièvre inassouvie pour l’accumulation de profits et l’atteinte d’un confort démesuré comptent-ils parmi les premières causes des catastrophes planétaires? Cette exposition propose une réflexion sur différents phénomènes liés au réchauffement de la planète à partir de propositions esthétiques diversifiées, car à travers les illustrations diverses de la réalité, qu’elles soient figuratives ou non-figuratives, abstraites ou prétendument fidèles, c’est peut-être l’attitude de l’individu face au phénomène qui compte finalement." Anithe de Carvalho, curadora.

13.9.09

reed richards

9.9.09

artes plásticas

REGULAMENTO DE PARTICIPAÇÃO

1º PRÉMIO JOVEM DE ARTES PLÁSTICAS - CAE

PINTURA E ESCULTURA

Art.º 1.º Objectivo

O “1º Prémio Jovem de Artes Plásticas – CAE” instituído pelo Centro de Artes e Espectáculos

da Figueira da Foz, em parceria com as Galerias Sacramento - Arte Contemporânea e

comissariado pelo galerista José Sacramento, pretende promover a participação dos jovens

artistas plásticos contemporâneos a concorrer nas áreas de pintura e escultura.

A exposição do “1º Prémio Jovem de Artes Plásticas – CAE” irá decorrer de 17 de Outubro de

2009 até dia 15 de Fevereiro de 2010.

Art.º 2.º Concurso

Está aberta à participação de artistas nacionais e estrangeiros, até 35 anos de idade a concluir

antes de 31 de Dezembro de 2009.

Cada candidato(a) só poderá concorrer numa única área, com uma única obra.

Art.º 3.º Ficha de Inscrição

1. Todos os interessados devem preencher a ficha de inscrição, da qual constará: nome, morada,

telefone, e-mail, indicação expressa do nome artístico a figurar no catálogo, fotocópia do Bilhete

de Identidade, fotografia actual do(a) concorrente em suporte digital assim como o currículo

resumido.

2. Os artistas concorrentes devem preencher, correcta e completamente, a ficha de inscrição, sob

pena da sua candidatura não ser considerada.

Art.º 4.º Candidaturas

As fichas de inscrição deverão ser enviadas por conta dos artistas bem como a entrega das obras

impreterivelmente até dia 17 de Setembro de 2009, até às 18h00, devidamente identificadas com

o nome do autor e com a indicação “1º PRÉMIO JOVEM DE ARTES PLÁSTICAS - CAE”, para o

seguinte local:

CAE – Centro de Artes e Espectáculos

Rua Abade Pedro

3080-084 Figueira da Foz

Tel.: 233 407200

Horário de funcionamento:

De Segunda-feira a sexta-feira: das 10h00 as 18h00

Art.º 5.º Entrega das obras

1. As obras a concurso devem estar devidamente identificadas no verso e acompanhadas por um

exemplar da Ficha de inscrição completa conforme acima referida, assim como um texto índole

filosófica sobre a descrição da obra, memória descritiva e ficha técnica completa da obra

acompanhada por uma fotografia a cores em formato tradicional e com indicação da posição

correcta da mesma.

2. No momento da recepção das obras será entregue, pelo CAE, um recibo que deverá ser

guardado para proceder ao levantamento das obras no final da exposição.

3. Todas as obras seleccionadas para o “1º Prémio Jovem de Artes Plásticas – CAE” ficam

automaticamente seguras até ao levantamento das mesmas.

Art.º 6.º Preço das obras

1. Deverá ser atribuído pelo autor um preço de venda a público de cada obra.

2. Da eventual venda das obras, reverterá para a entidade organizadora, uma comissão de 20%

em relação ao preço da obra, para despesas de logística de venda e entrega das obras.

Art.º 7.º Levantamento das obras

1. Nenhuma obra exposta poderá ser levantada pelo seu autor antes do encerramento da

exposição do “1º Prémio Jovem de Artes Plásticas – CAE”, que irá estar patente até dia 15 de

Fevereiro de 2010.

2. Os autores comprometem-se a retirar as suas obras do local de entrega, no prazo de 30 dias

após o encerramento da exposição, ou seja até dia 15 de Março de 2010.

No caso de as obras não serem levantadas dentro do prazo estabelecido, nem for solicitado

dentro desse prazo, por parte dos concorrentes, alguma alteração por motivo de força maior, a

organização reserva-se o direito de lhes dar o destino que entender, nomeadamente a sua doação

a uma instituição de solidariedade social.

3. Os autores das obras não seleccionadas serão notificados e deverão proceder ao levantamento

das mesmas no prazo de 15 dias, ou seja até dia 2 de Outubro de 2009 e sob as condições do

ponto nº 2 do Art.º 7.º, conforme acima referido.

Art.º 8.º Disposições para a categoria de Pintura e Escultura.

1. A temática nas áreas da pintura e escultura é livre.

2 As obras apresentadas a concurso deverão ter sido realizadas no decorrer do ano 2008 ou do

ano 2009.

Art.º 9.º Especificações Técnicas

1. Na área da Pintura:

Cada Obra não poderá ultrapassar as dimensões máximas de 170 cm de altura (na vertical) por

120 cm de largura (na horizontal).

ATENÇÃO: SE AS MEDIDAS FOREM AO CONTRÁRIO OU SE ULTRAPASSAREM AS

DIMENSÕES MÁXIMAS ACIMA INDICADAS, OS TRABALHOS NÃO SERAÕ ACEITES.

2. Na área da Escultura:

Cada obra deverá ter o peso máximo de 100 kg, independentemente dos materiais utilizados, não

podendo ultrapassar as dimensões máximas de 170x100x120 cm.

A obra deverá oferecer condições de manuseamento e resistência.

ATENÇÃO: SE AS MEDIDAS ULTRAPASSAREM AS DIMENSÕES MÁXIMAS ACIMA

INDICADAS, OS TRABALHOS NÃO SERAÕ ACEITES.

Art.º 10.º Catálogo

1. Será elaborado um catálogo das obras seleccionadas. Cada autor receberá um exemplar do

mesmo.

2. Os autores seleccionados autorizam a utilização de imagens das suas obras, nos materiais de

divulgação deste “1º Prémio Jovem de Artes Plásticas – CAE”, livre de encargos, bem como o

registo fotográfico para o arquivo FGT e o uso das imagens na divulgação das suas actividades.

Art.º 11.º Prémios

1. Será atribuído, independentemente das duas modalidades, um Primeiro Prémio no valor de

5.000,00 € (Cinco Mil Euros).

2. Será atribuído o Segundo Prémio no valor de 3.000,00 € (Três Mil Euros).

3. Será atribuído o Terceiro Prémio no valor de 2.000,00 € (Dois Mil Euros).

4. Poderão ser, ainda, atribuídas Cinco Menções Honrosas, caso o júri decida que tal se justifique.

5. Os artistas comprometem-se em receber o valor dos respectivos prémios, independentemente

do valor da obra.

6. As obras premiadas ficam propriedade da Câmara Municipal da Figueira da Foz.

7. O Júri reserva-se o direito de não atribuir os prémios, caso considere que nenhuma obra tem

qualidade para ser distinguida.

Art.º 12.º Premiação

1. A entrega dos prémios será feita na cerimónia da inauguração da exposição, no CAE – Centro

de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz, no Sábado dia 17 de Outubro de 2009, pelas 17h00.

2. A forma como os trabalhos são apresentados será relevante para a selecção a realizar pelo júri.

Art.º 13.º Designação do Júri do “1º Prémio Jovem de Artes Plásticas – CAE”

O Júri de premiação será composto por:

- Um Artista plástico

- Um Professor de Escultura

- Um Professor de Pintura

- Um crítico de arte

- Um Galerista

- Vereador da cultura da Câmara Municipal da Figueira da Foz.

Art.º 14.º Disposição final

As decisões do Júri são inapeláveis.

Os casos omissos e de interpretação duvidosa serão resolvidos pela organização do “1º Prémio

Jovem de Artes Plásticas – CAE”