7.12.11

Arte Móvel



um dos meus trabalhos (de três) para a colectiva Arte Móvel que inaugura esta sexta, 9 de dezembro no espaço joão pedro rodrigues, rua nossa senhora de fátima, porto (ao lado do labhirinto). acrílico sobre tela, 13x18cm. é pequeno, caramba!
QUADROS E ESCULTURAS DE BOLSO
O projecto “Arte Móvel 2011” vai de encontro à ideia que originou a Exposição "Arte Móvel sobre T-shirts" - Colectiva apresentada nesta Galeria no verão de 2010 – revendo-se por isso com o mesmo intuito de estimular a criação e produção de obras de arte passíveis de se transportar.
Para fechar o ano de 2011, o Espaço João Pedro Rodrigues lançou o repto a mais de trinta artistas de diversas áreas criativas, para desenvolverem trabalhos originais que se enquadrassem em duas grandes vertentes: Quadros de Bolso e Esculturas de Bolso.
Para a mostra dos Quadros de Bolso, contámos com o patrocínio da Papelaria Sousa Ribeiro, a qual disponibilizou três telas por artista (formato 13x18cm). 
Aos artistas convidados foi lançado ainda o desafio de criação de obras tridimensionais dando origem à mostra paralela de Esculturas de Bolso, de suportes e técnicas de intervenção livres.

O resultado do trabalho desenvolvido pelo grupo de artistas, culmina na Exposição Colectiva Arte Móvel 2011, a qual poderá visitar a partir de 9 de Dezembro, na Galeria João Pedro Rodrigues. A exposição ficará patente até 18 de Janeiro de 2012.
A Galeria João Pedro Rodrigues aguarda a sua visita!

21.11.11

Agenda 2012




Will This New Year be Good
for Our Love?

Agenda 2012

Orgulhoso de anunciar que a minha agenda para
2012 está pronta e segue para impressão.
São doze desenhos de amor e excertos de artistas
e bandas como Mercury Rev, CocoRosie, Cat Power,
Nick Drake, Angel Olsen, Mazzy Star entre outros,
seleccionadas por Betânia Liberato.

Edição limitada de 20 cópias,
com artprint da capa de oferta
136 pp. - 15x23 cm

10.11.11

pintura


Find Me Now
Acrílico sobre tela (80x80cm)

estou a apaixonar-me de novo pela pintura, pelas telas em branco, pelas misturas de pigmentos e pelos gestos mais amplos que os dos trabalhos digitais. este é um dos meus novos trabalhos que estarão expostos na biblioteca municipal rocha peixoto - póvoa de varzim -, a partir desta sexta-feira, 11 de novembro. no ano que a biblioteca celebra 20 anos de actividade, celebro também os meus vinte anos de pseudónimo Esgar Acelerado. e pisco o olho ao jornal Público - a que este blog está associado - que, sem saber, me deu o nome. mas não quero entrar em muitos detalhes.
para quem não puder comparecer na inauguração, informo que a exposição decorrerá até dia 10 de dezembro, no horário de atendimento ao público da biblioteca. aberta também aos sábados.

2.11.11

Anúncio de Artentado

23.10.11

Handjobs







HandJobs
Exposição de Ilustração e Pintura de Esgar Acelerado
Biblioteca Municipal Rocha Peixoto - Póvoa de Varzim
11 Novembro a 10 Dezembro
Inaugura Sexta-feira, 11 de Novembro, pelas 21h30



"As mãos que fazem também parecem ter o ofício de ver, de sentir, parecem transportar muito mais do que apenas matéria.As mãos, como ponto primeiro da chegada de um corpo ao outro, são a mais harmoniosa das complexidades, e abrem-se como flores tanto quanto se fecham como pedras ou meninos a dormir.O trabalho das mãos é tão preciso quanto despreocupado, tão suave quanto agressivo, são para o bem e para o mal, completam e libertam. Pelas mãos se fez a humanidade.Se fechadas parecem conter a escuridão, abertas servem luz, transparecem nas palmas apenas o gesto, são apenas o gesto. E o gesto manifesta o código mais absoluto, o código desmascarado. Expor as mãos é como expor quem se é. Partilhar quem se é. Ser-se com os outros. Antes das palavras, antes do pensamento. Apenas o corpo e o primeiro lugar tangível de chegada ao outro.A exposição do Esgar Acelerado explica isso mesmo. A amplitude das mãos, ainda que por definição pareçam tão breves, tão definidas."
valter hugo mãe



no topo, alguns dos novos trabalhos a expor.

21.10.11

O Filho de Mil Homens


A partir do título do novo romance do senhorio desta casa, a minha ilustração para a magnífica exposição que aconteceu a 27 de Setembro pela apresentação d'O Filho de Mil Homens na Biblioteca Almeida Garrett, no Porto. 23 trabalhos de outros tantos ilustradores comisariada pela Adélia da livraria Papa-Livros. Obrigado pelo convite.

15.10.11

15 Outubro


14.10.11

Mr. Esgar DJ Set no V5 - Porto

Sexta-feira 21 de Outubro estarei a passar discos no V5 - Porto. Tipo Garage Punk Blues Rock Instro e Surf... Aquelas coisas que quem me conhece sabe que gosto. E como não sou o único, creio que a casa estará cheia... Apareçam cedo; vou dar o meu melhor para que se divirtam.

10.10.11


5.10.11

e já todos sabemos que se o antónio lobo antunes não ganhar o prémio nobel este ano o autor que ganhar será obrigatoriamente pior do que ele. era bom que a academia percebesse que a língua portuguesa impõe respeito e que o que deve ser tem de ser. a bem do juízo mundial.

23.9.11

13.9.11

Sou um Fadista!

Ilustração para texto no Porta VIII

21.8.11

Kansas


3.8.11

a alma ao diabo. uma exposição de gente apenas parecida mas muito diferente. sem saber de onde veio. gente a caminho e sem saber nem isso


magnífico trabalho gráfico do mr. esgar na criação desta publicação virtual. obrigado mr. esgar. está brutal. os bonecos até parecem bons. muito milagroso.

23.7.11

amy winehouse

meus amigos, morreu a amy winehouse. que merda, meus amigos, que merda. é uma merda. sem ela é uma merda

3.7.11

Lançamento do livro Sete Estórias do Vento Salgado

Lançamento do livro Sete Estórias do Vento Salgado
de Ana Paula Mateus com ilustrações de Esgar Acelerado
Sete Estórias do Vento Salgado de Ana Paula Mateus é a obra vencedora da 1ª edição do concurso literário Fundação Dr. Luís Rainha / Correntes D’Escritas, em Fevereiro de 2011.
A obra é um conjunto de sete micro-narrativas que se desenrolam na cidade da Póvoa de Varzim e onde os protagonistas, cidadãos solitários e anónimos, se debatem e confrontam com as suas próprias emoções, fundindo-se com a cidade que é a confidente silenciosa da luta emotiva individual. Em todos os textos, o vento salgado está presente não como um elemento adverso, mas como o abraço invisível que conforta as personagens e apazigua as suas inquietudes.
A obra apresenta ilustrações de Esgar Acelerado que é também o responsável pela concepção gráfica do trabalho.
A apresentação do livro, editado pela Fundação Dr. Luís Rainha, será feita no dia 16 de Julho, pelas 21.30 horas, no Diana Bar, e contará com a presença dos autores.


7.6.11

Festival Naice

Cartaz para o festival Naice. Sexta-feira, 10 de Junho no Plano B - Porto, onde estarei a passar discos no Palco, após os concertos de Equations e Mr. Miyagi.

31.5.11

Arte em Segredo


Com grande surpresa minha fui convidado para a exposição Arte em Segredo da Faculdade de Belas Artes do Porto, a minha antiga escola. Digo com grande surpresa pois, apesar de ter demorado uma "idade maior" a terminar o curso (o Mário Moura referiu um dia que eu era o aluno mais antigo da escola, se não contássemos com o cadáver enterrado no jardim...), nunca senti pertencer a essa instituição, sendo-me muito estranho que a ela me associem.
O conceito da exposição (que decorre este ano pela segunda vez) é muito engraçado. Convidam-se artistas a doar uma obra - formato A5 - assinada no verso. Todos os trabalhos, anónimos para os visitantes, estarão à venda por 60 euros, e as vendas revertem para a Escola. Gosto.
E como não posso mostrar o trabalho (seria aldrabice) deixo um pormenor com a cor que mais utilizo.
A exposição realizar-se-á na Galeria dos Leões na Reitoria da Universidade do Porto, com inauguração dia 8 de Junho, pelas 18 horas. Até lá...

9.5.11

livro por causa

o projecto déjá lu recolhe fundos para um projecto que cuidar de portadores de trissomia 21 através da venda de livros. desta vez, vendem um livro meu assinado e com um pequeno desenho. podem consultar aqui:http://dejalu4ds.blogspot.com/

7.5.11

viejo san juan de puerto rico


este foi o modo como virgen quiñones, artista portoriqunha, viu o meu livro «o nosso reino» gosto muito. gosto de mais da maneira como retratou a personagem do cão com a cabeça em chamas que explica a necessidade da morte.

5.5.11

Workshop de Ilustração


Inserido no m'Arte, estarei a orientar um workshop de ilustração dia 11 de Maio, quarta-feira, na Escola Secundária Alcaides de Faria, em Barcelos. Aqui fica o cartaz.

festival de la palabra, san juan de puerto rico 01

calor e humidade. derretemos enquanto os livros esperam de nós a capacidade de resistir. muitas cadeiras para tanto sol. as pessoas muito simpáticas. a comida colorida. discuto hoje ao meio dia e meia hora a utopia. ao meio dia e meia hora o sol põe-se num lugar directo à minha careca. pelas pernas abaixo sinto a goma da humidade a descolorar-me as calças.

2.5.11

fui. até já

Puerto Rico’s “Festival of the Word” in New York - dentro de dias

Participating Writers

Moisés Agosto (Puerto Rico)

Miguel Algarín (Puerto Rico)

Yolanda Arroyo Pizarro(Puerto Rico)

Josefina Baez (Dominican Republic)

Arnaldo Cruz Malavé (Puerto Rico)

Joao Paulo Cuenca (Brazil)

Tere Dávila (Puerto Rico)

Martín Espada (Puerto Rico /USA)
José Manuel Fajardo (Spain)

Francisco Font Acevedo (Puerto Rico)

Santiago Gamboa (Colombia)

Magali García Ramis (Puerto Rico)

Jessica Hagedorn (Phillipines/USA)

Karen Jaime (USA)

Eduardo Lago (Spain)

Elvira Lindo (Spain)

Valter Hugo Mãe (Portugal)

Vanessa Martir (USA)

Ana María Matute (Spain)

Lina Meruane (Chile)

Juan Moreno (Puerto Rico)

Antonio Muñoz Molina (Spain)

Andrés Neuman (Argentina)

José Manuel Prieto (Cuba)

Claudio Remeseira (Argentina)

Charles Rice-Gonzalez (USA.)

Raquel Rivera (Puerto Rico)

Bonafide Rojas (Puerto Rico)
Mayra Santos Febres (Puerto Rico)

José Carlos Somoza (Spain)

Karla Suárez (Cuba)

Charlie Vázquez (USA)

David Unger (Guatemala)

Alfredo Villanueva (Puerto Rico)

Emanuel Xavier (USA)

O FMI TEM MAIS ENCANTO NA HORA DA DESPEDIDA - pelo grande João Gesta

Não queremos que os técnicos do FMI saiam de Portugal de chispes a abanar.

Eles trabalharam denodadamente a Bem da Nação, dia e noite de aleluia, ali bem pertinho do LUX, resistindo heroicamente às putas do Intendente e à encosta das Olaias, duas das nossas maravilhas ao natural.

Assim sendo, como diria o grandessíssimo pensador Manuel Cajuda, é justo que sejam compensados.

Vamos, então, promover um leitão, (- só penso nisto), perdão, um leilão de 10-dez-10 lusitanas obras de arte, cuja receita reverterá integralmente a favor das seguintes benfeitorias para a Europa e cercanias:

- bombardeamento da Finlândia, em dia a combinar com o Almirante Michael Mullem, especialista em erros cirúrgicos.

- deslocalização forçada do padre Melícias para Roma (às segundas-feiras) e Berlim (às quartas-feiras) para expiar os pecados do Berlusconi e espiar os joanetes da senhora Merkel.

- reabilitação de Judas Iscariotes, uma espécie de Fernando Nobre mais coerente.

Contudo, esta humilde artigalhada não estaria concluída se não explicitássemos, com pompa e circunstância, as referidas 10-dez-10 lusitanas obras de arte. Pode ser que o Armando Vara, a despeito da sua reforma de miséria, ainda se aventure à aquisição de alguma delas.

Mão(s) à(s) obra(s):

Lote 1

Uma fotografia de Fábio Coentrão a ler Herberto Helder às escuras.

Lote 2

Uma fotografia, a bronco e tinto, de Alberto João a beber limonada no Pico Grande.

Lote 3

Uma fotografia de Paulo Portas a comprar submarinos na Feira da Ladra. Sépia, a fotografia.

Lote 4

Um carapau frito, assinado pelo arquitecto Souto Moura.

Lote 5

Um bolo de chocolate, sem árvores, confeccionado por Siza Vieira.

Lote 6

Um discurso ainda mais chato de Jorge Sampaio.

Lote 7

Um pensamento com tecto de abrir da autoria de André Villas Boas, seguido de esgar.

Lote 8

Um tiro no pé à Passos Coelho.

Lote 9

O bigode de Sara Ferrari, 96 anos, paraplégica, natural de Palermo e a única mulher italiana que o Berlusconi ainda não tentou comer.

(nota: obra gentilmente cedida pelo museu arqueológico de Bolonha)

Lote 10

O tendão rotuliano de Cristiano Ronaldo. Grande e remexido, no vagar das suas abstracções.

(nota: espero que o leitor aprecie devidamente a subtileza e profundidade desta metáfora de, pelo menos, 32 cm.)

Os interessados deverão enviar as propostas dirigidas à CLP (Comissão Liquidatária de Portugal), Prado do Repouso, ao cuidado de José Sócrates, engenheiro, coveiro e tudo.

PUM!

Vêmo-nos em Marraquexe.

27.4.11

feira do livro de lisboa

este fim de semana, dias 29, 30 e 01, estarei pela feira do livro de lisboa para todas as conversas. no lugar da objectiva/alfaguara vão poder encontrar-me careca como sempre.
estarão já disponíveis as novíssimas edições dos meus três primeiros romances: «o nosso reino», «o remorso de baltazar serapião» e «o apocalipse dos trabalhadores».
se quiserem aparecer para olás, agradeço e alegro-me.

25.4.11

01. a ler em valência, espanha, por andrés navarro


primeiro contributo para o concurso «acreditem ou não, estou a ler um poema de valter hugo mãe aqui». o regulamento encontra-se aqui. muito obrigado ao andrés navarro e às duas tão queridas crianças pelo empenho. ficamos sensibilizados e achamos que começamos muito,muito, bem.

21.4.11

acreditem ou não, estou a ler um poema de valter hugo mãe aqui - concurso


concurso
«acreditem ou não, estou a ler um poema de valter hugo mãe aqui»

como participar:
agarras no telemóvel ou numa câmara de filmar qualquer, encontras um lugar que te agrade, escolhes um poema e filmas-te a ler. dizes qual o título do poema. publicas o vídeo no youtube e mandas ligação para partilharmos. se não te quiseres inscrever no youtube, envias-nos o vídeo por wetransfer.com e publicamos nós.
no título do vídeo, deve constar: «estou a ler valter hugo mãe aqui» e completam com o lugar a que se referem.
na publicação, nas etiquetas, para que as pesquisas encontrem o vosso trabalho sem dificuldade, devem colocar as palavras: valter hugo mãe estou a ler aqui. e acrescentam o lugar, o título do poema e o vosso nome, ou o nome com que estão a concorrer.

prémios:
um exemplar do trabalho «a máquina de fazer espanhóis» da autoria de esgar acelerado, os quatro romances de valter hugo mãe nas novas edições com novas capas («o nosso reino», «o remorso de baltazar serapião», «o apocalipse dos trabalhadores» e «a máquina de fazer espanhóis») e mais um exemplar do volume de poesia «contabilidade». o vencedor recebe ainda uma ilustração original de valter hugo mãe.

prazo:
15 de junho



14.4.11

uns mortinhos pequenos

blogue objectiva

a editora objectiva,
responsável pela chancela alfaguara em portugal,
e editora dos meus livros,
inaugura o seu blogue.
podem segui-lo por aqui: