24.1.06

texto de afonso eanes do cotom

Abadessa, oí dizer
que érades mui sabedor
de todo bem; e, por amor
de Deus, querede-vos doer
de mim, que ogano casei,
que bem vos juro que nom sei
mais que um asno de foder.

Ca me fazem ém sabedor
de vós que havedes bom sem
de foder e de todo bem;
ensinade-, e mais, senhor,
como foda, ca o nom sei,
nem padre nem madre nom ei
que m'ensin', e fiquei pastor.

E se eu ensinando vou
de vós, senhor, deste mester
de foder e foder souber
per vós, que me Deus aparou,
cada que por foder, direi
Pater Noster e enmentarei
a alma de quem m'ensinou.

E per i podedes gaar,
mia senhor, o Reino de Deus:
per ensinar os pobres seus
mais ca por outro jajuar,
e per ensinar a molher
coitada, que a vós veer,
senhor, que nom souber ambrar.

6 comentários:

  1. Resposta da Abadessa25/1/06 02:24

    Resposta da Abadessa


    Afonso Eanes, do cotom
    Que trazedes na virgo verga
    Vos livrarei à certa e com razón
    De mias artes na enxerga
    em foda santa, a tremer numa sezón
    De gostos celestiais!

    Pois Christo em subyda aos céos
    Disse assi pera os mortais:
    Fodei-vos todos ahora,
    Que a mi no me fodem maiis!

    Abadessa/Pitonisa/Trobadora

    ResponderEliminar
  2. "......................

    E pois eu entendo que rem non valho
    nen (ar) ei por outra bondad' a catar
    non quer´eu perder este fodestalho
    nen estas putas nen (aqu)est' enteçar,
    nen quer' ir per outras fronteiras andar,
    perdend' o viço' e dando-mi trabalho.
    ........................"

    Martin Soárez

    ainda não há edição melhor que as Cantigas D'escarnho e de Mal dizer do enormíssimo prof Prodrigues Lapa


    ps: a Cristina Marques "amanda-te" um beijinho.

    ResponderEliminar
  3. ... ups, espero não ter sido abuso meu ter publicado poemas teus no meu blog... mas, pela reacção, prepara-te, qualquer dia estou a liderar um clube de fãs!
    um beijo e boa semana!
    maf-das-sombras*

    *ando completamente viciada na cat power!

    ResponderEliminar
  4. m.a.g.n.i..f.i.c.o.


    (ainda bem que aqui cheguei...)
    abraço.

    ResponderEliminar
  5. a abadessa3/2/06 02:56

    Nenhuma trova de foda?
    Ó increús do amor carnal,
    Não sabeis a arte toda
    Que há no gozo mundanal.

    Sois pecos na invenção
    Insossos no paladar.
    Fracos varões sem tesão
    Na Língua ou no tal lugar...

    ResponderEliminar
  6. Já lá estive... no lugar que ainda dorme.
    É bom ver-te renascer, assim...
    Fica o abraço saudoso

    ResponderEliminar