3.6.08

cinemateca porto

depois do desaparecimento do cineclube do porto, e depois da eliminação de quase todas as salas de cinema onde se podiam ver obras sem dinheiros americanos (entenda-se moralismos americanos), é importante lutar pelo estabelecimento no porto de um pólo da cinemateca que, de facto, não pode e não tem razão para ser um dinamizador exclusivo do universo cinematográfico lisboeta. por mais cristalizada que esteja a direcção daquela instituição, é preciso entender a necessidade que, entretanto, a sua acção passou a ter. por causa dessa deserção e pela persistente vontade de se auferir de uma oferta de qualidade, a petição que está para ser assinada online é uma boa ideia para se começar a fazer sentir a quem de direito o quanto este passo deve ser dado.
a ligação para lá irem deixar o vosso nome encontram-na aqui

4 comentários:

  1. Aqui, há muito, muito tempo, tínhamos no Teatro circo (então ainda sem h) uma sala onde passava cinema alternativo (fora das rotas comerciais mainstream).
    Hoje resta o Bragashopping, que lá vai passando um filmezinho de culto por semana, e a Velha-a-Branca, onde, além do cinema, tanta coisa vai acontecendo. Sendo de louvar a actuação desta última (mais a mais, sendo os filmes de entrada gratuita), só é pena alguma incomodidade das cadeiras - (os responsáveis que me desculpem!).

    ResponderEliminar
  2. Só porque devo retirar o que disse sobre as cadeiras da Velha-a-Branca: puseram cadeiras de cinema! Viva!

    ResponderEliminar
  3. o cineclube do porto não desapareceu, embora pareça. também não está propriamente inactivo, embora as actividades sejam, compreensivelmente, pouco ou nada interessantes.

    têm blog: http://cineclubedoporto.canalblog.com/

    ResponderEliminar
  4. recentemento foi fundado o cineclube da maia, sendo bastante perto do porto, penso que ira ajudar um pouco na cultura cinematografica desta região.
    http://www.cineclubedamaia.org

    ResponderEliminar