9.2.09

correntes d'escritas

vêm aí as correntes d'escritas, na sua décima edição com um programa de peso para gáudio das nossas ganas de literatura. e o que eu mais gostava era de ver o meu amigo josé rui teixeira a vencer o prémio literário casino da póvoa / correntes d’escritas, como o seu excelente livro «oráculo». gostava de ver o trabalho dele reconhecido e gostava que a nova poesia tivesse essa bela prenda de ser colocada, mais uma vez, em destaque, a favor de uma regeneração sempre tão necessária. mas só porque o livro o merece, claro

2 comentários:

  1. Afinal o Prémio foi para uma velha raposa. Que surpresa.

    ResponderEliminar