29.1.09

sim, claudete, mas não pode ser como me pede. já lho disse. a violência tem de ser comedida, não quero acordar os vizinhos e não posso, a qualquer hora da noite, vir à porta atender as suas exigências de voz alta. se tiver paciência, um pouco de paciência, alguém há-de surgir para entender aquilo que sente. eu sou só um escritor, não entendo, invento que entendo e preciso mesmo é de sossego e de ficar sozinho

4 comentários:

  1. "não entendo, invento que entendo e preciso mesmo é de sossego e de ficar sozinho"

    perfeito.

    ResponderEliminar
  2. -não querendo distraí-lo do tema claudete (claudete?!:-)
    .
    - respeitando em absoluto a sua necessidade de sossego e solidão..
    .
    uma apreciação ao seu 'apocalipse', se quiser ver, aqui:

    http://esagbib.blogspot.com/2009/01/as-paixoes-os-livros-o-apocalipse-dos.html
    .

    bjis,
    al - ESAGBIB

    ResponderEliminar
  3. muito bem, muito bem mesmo...
    Um grande abraço

    ResponderEliminar