5.3.07

estou vivo, e sem internet e irritado.
mais uns dias para poder cumprir os meus deveres para convosco.
tempo. uma questão de tempo.
entretanto, encham as caixas de mensagens de optimismo. estou a precisar de acreditar que isto passa rápido

21 comentários:

  1. Discurso sobre o dever quando até os últimos avatares do Kant sobre a terra sucumbem entre o pó das prateleiras? Bem, ainda há quem tenha a pachorra para escrever teses sobre John Rawls, é lá com eles. Para mim não é o véu da ignorância, mas o véu da sonolência que desce sobre o espírito e não há peido humeano capaz de nos despertar de um tal sonho dogmático. Mas sou assim, os meus únicos dogmas são os meus ódios, e esses, como dizia o Norman Mailer, que o Sr. Kant não leu, não se explicam nem justificam, simplesmente são.

    Não percebi bem o que é suposto (perdoem-me os puritanos pelo anglicismo) passar rápido: se o estar vivo, o não ter internet ou a irritação.

    Bem, a irritação é fértil. Segundo um eminente filósofo barbudo, o lado mau das coisas é sempre algo desejável, pois é o lado mau que introduz o movimento e instiga a luta. já o estar vivo e não ter Internet... o primeiro resolve-se a si mesmo e quanto ao segundo nada há a dizer.

    Bem, estou a ficar sem corda! Mas para curar uma boa crise de optimismo há sempre o velho Dr. Pangloss... Pena que tenha morrido enforcado no melhor dos mundos possíveis. Talvez num mundo menos melhor bom tivesse sobrevivido à sua metafísica.

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Como te compreendo, amigo...
    Se por vezes tenho algum problema. e por não ser um "expert" tenho alguma dificuldade em resolver, entro logo em paranóia...

    ResponderEliminar
  3. Anónimo6/3/07 03:07

    ao sinhor dos óculos;

    "também me lembro de que ficava perturbado quando alguém punha na mesa a carta da dama de copas com um decote enorme"

    ResponderEliminar
  4. Anónimo6/3/07 03:09

    FRANK WEDEKIND

    ResponderEliminar
  5. penso fazer um trabalho sobre si na minha faculdade.
    Se tiver uma boa nota, mando-lho :)

    ResponderEliminar
  6. é mais porque estou a precisar muito da internet para trabalhar e para me sentir conectado com algumas pessoas que se tornaram importantes para mim. daí uma certa angústia.
    vouver quem é esse frank, nogoogle devo informar-me bastantemente, espero.
    inês, fico muito tocado com isso. e se precisares de algum tipo de ajuda, terei muito gosto. para qualquer esclarecimento ou assim.
    beijos e abraços a todos

    ResponderEliminar
  7. lol... :)

    votos de recuperação rápida da angustia.. e q recuperes a ligação o mais breve possível.. ;)

    olha.. eu tenho internet, mas hoje é um dakeles dias q não sei se estou viva.. paradoxos. lol

    au revoir

    ResponderEliminar
  8. "Olho nos pingos de água
    Todo o fogo do mundo;..."

    ...com net ou sem net...

    ResponderEliminar
  9. mesmo sem net conta-me...

    o juizo de deus chegou-te?

    calha bem... em plenos 40 dias

    abraços

    c.

    ResponderEliminar
  10. Estamos aqui. Quando voltar, aqui estaremos.
    Um abraço, valter.

    ps: Percebo bem e infelizmente esses engulhos. É um pouco como sermos amputados.

    ResponderEliminar
  11. Jorge Teixeira7/3/07 17:23

    Agora que vais ficar afastado por uns dias, podes sempre ver o lado positivo: podes saborear o final (?) da Floribella, mas "cheira-me" que ela poderá abrir as pernas e não te escolher...
    Fico à espera do teu regresso e, emtretanto, vou lendo o teu "pornografia erudita"...
    Cada vez gosto mais da tua poesia.
    um abraço...

    ResponderEliminar
  12. Anónimo7/3/07 23:43

    É assim como que um "net craving" ?

    ResponderEliminar
  13. Anónimo7/3/07 23:47

    E como escreveu o Luandino Vieira -"Quando ouvires arder o mar o cacimbo vai embora.".

    ResponderEliminar
  14. Ora, deixa lá... Afinal, podes escrever, sempre, e deixar-nos uma larica que só durará uns dias... Entretanto, vamos comentando e entretendo-nos uns com os outros, à espera do Verdadeiro. Que dure pouco a carestia. Um abraço,
    André

    ResponderEliminar
  15. Vou citar o conselho de um amigo, da última vez que me senti deprimido:

    d
    1º Decorar matriculas de carros (é óptimo para treina o raciocinio rápido e
    despistar problemas de visão)
    2º Tentar decorar o Compêndio Farmaceutico (É excelente tem perto de duas mil
    páginas e tem todas as bulas dos medicamentos utilizados em Portugal, é
    também uma excelente leitura de casa de banho).
    3º Tentar decorar todos os códigos postais do país, incluindo os três
    digitos.
    4º Tentares descobrir um afirmação do Alberto João Jardim, que não tenha
    parecido merda.
    5ºMasturbar, masturbar, masturbar, masturbar, masturbar, masturbar, masturbar,
    masturbar, masturbar, masturbar, masturbar, masturbar, masturbar, masturbar,
    masturbar, masturbar, masturbar, masturbar, masturbar, masturbar, masturbar,
    masturbar, masturbar, masturbar, masturbar, masturbar, masturbar, podes faze-lo
    várias vezes por dia.

    ResponderEliminar
  16. :))))))))))))))

    vai passar.



    enquanto isso sempre podemos (nós os leitores, tresler por aqui).


    ________________


    abraço.

    ResponderEliminar
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  18. Anónimo9/3/07 13:30

    volta.. volta depressa. a cada dia que acedo ao blog e não vejo um post (suspiro).. dizes e mostras coisas interessantes tu.

    ResponderEliminar
  19. isto agora é como ir ao restaurante preferido, descobrir que o cozinheiro a meio da noite partiu para parte incerta e começar a comer do prato dos outros. sinto-me um bocadinho estranha aqui, mas venho cá tantas vezes que também resolvi dizer que cá estive.

    ResponderEliminar
  20. 0 FAMAFEST 2007
    inicia-se na próxima sexta-feira, 16
    Casa das Artes, Famalicão

    No primeiro fim de semana
    ENCONTRO NACIONAL DE BLOGUES
    DE CINEMA E CULTURA

    Contamos com a presença dos blogues
    e o apoio dos mesmos na divulgação da iniciativa.

    Para ver tudo sobre o Festival:

    http://famafest06.blogspot.com/

    abraço

    ResponderEliminar